Batismo

Sacramento do Batismo



Orientações para o Batismo de Crianças

(até 06 anos de idade)


Apresentamos, a seguir, as orientações e os procedimentos para o Batismo em nossa paróquia.

l – Preparação para os pais e padrinhos

Os pais devem pedir o Batismo para seus filhos na Paróquia onde residem. Nela também deve acontecer, preferencialmente, a preparação deles (pais). Os padrinhos fazem onde residem.

Essa etapa preparatória, em nossa Paróquia, acontece duas vezes por mês, conforme Calendário Paroquial, aos sábados que antecedem ao Batismo, na Matriz Santa Maria dos Pobres, das 9h00 às 12h00.

Se você não é nosso paroquiano, mas deseja apresentar seu filho (a) para o Batismo em nossa Comunidade Paroquial, proceda da seguinte maneira:

  • participe do encontro preparatório (Curso de Batismo) em sua Paróquia e peça a transferência para a Paróquia Santa Maria dos Pobres. Assim será preservada a ligação com a família paroquial na qual seu filho será educado na Fé.
  • Se por algum motivo você não puder participar do encontro preparatório em sua Comunidade paroquial, nós o acolheremos mediante autorização do seu Pároco.
  • Ao final do encontro preparatório, pais e padrinhos receberão um certificado de participação. Este documento deve ser guardado com muito carinho, pois a sua validade é de 2 anos.

II – Quem pode receber o batismo?

a. Somente pode ser batizado aquele que não recebeu validamente o Sacramento do Batismo, ou aquele de cujo batismo se duvida da validade.

b. A Igreja ensina que a celebração do Batismo não deve ser retardada sem que haja necessidade grave.

c. Há três situações que é fundamental que se conheça:

Se seu filho (a) tem menos de 7 anos de idade ou se ele, mesmo com idade superior, sofre de algum tipo de doença que o equipare a essa faixa etária, você poderá apresentá-lo ao Batismo, após a participação de pais e padrinhos no encontro preparatório.

Caso seu filho (a) tenha chegado à chamada “idade da razão” (quer dizer, após os 7 anos de idade), ele só será batizado depois de ser participante de catequese paroquial. Durante a catequese e antes da Primeira Comunhão ele será batizado.


III – Quem pode ser padrinho ou madrinha?

Os padrinhos, escolhidos pelos pais, são colaboradores especiais, que, em nome da Comunidade, ajudam na educação cristã de seus afilhados. Algumas condições para ser padrinho ou madrinha:

  • Se casados, devem ter sua situação matrimonial regular perante a Igreja, ou seja, devem ser casados no religioso (Igreja Católica Apostólica Romana).
  • Tenha aptidão e intenção de cumprir esse encargo;
  • Tenha completado 16 (dezesseis) anos de idade;
  • Seja católico, Confirmado (Crismado), já tenha recebido o Santíssimo Sacramento da Eucaristia e leve uma vida de acordo com a fé e o encargo que vai assumir;

IV – O que se pede aos pais?

A Igreja batiza as crianças para inserí-las numa comunidade de fé. Por isso, ela lembra aos pais a sua responsabilidade primeira de educadores na fé de seus filhos (as).

No caso de pais não casados na Igreja, queremos ajudá-los a regularizar a sua situação perante Deus e a comunidade eclesial, casando-os no religioso.

Com relação às mães solteiras, pais separados, desquitados e divorciados, onde a regularização da vida sacramental não é possível, para a participação no encontro preparatório e celebração do Batismo, pedimos que seja dada uma atenção especial à escolha dos padrinhos. Eles devem ser modelos de vida cristã para seus afilhados. E, estando assegurada desta forma a educação cristã da criança, “o Batismo não será negado pela simples situação irregular dos pais” ou porque nasceram fora da estrutura familiar.


V- Onde e como se inscrever para o encontro preparatório?

Na Secretaria Paroquial.

http://santamariadospobres.com.br/contato/

Trazer:

  • Cópia da Certidão de Nascimento da criança para a transcrição correta de seus dados pessoais.
  • Cópia da Identidade dos padrinhos.
  • Certificado de Crisma e Certidão de Casamento no religioso (Igreja Católica Apostólica Romana), se for o caso, dos padrinhos.
  • Cópia do comprovante de residência no nome do pai ou da mãe da criança.
  • Transferência de Batismo (Quando a criança não mora no Paranoá-DF).

VI – E a celebração do batismo?

Aos domingos, logo após a Santa Missa das 10h00, conforme Calendário Paroquial, na Matriz Santa Maria dos Pobres.